segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Força 2008

Que 2008 traga muita saúde (sim minha querida estou a pensar em ti),
amor,
dinheiro,
felicidade,
celebrações,
inspiração,
sucesso e prosperidade!

Como a viragem de um ano é sempre um momento de reflexão porque não pensar sobre os momentos de 2007 em que foi verdadeiramente caridoso e ajudou o próximo...

Longe de mim dar a acentuação de beatolas, ai credo, de todo, lagarto lagarto!

Dar sem pensar na retribuição, saber que se está a ajudar porque temos de o fazer, não esperar agradecimentos nem fazer o bem para inglês ver...

Se desse balanço nada brotar (não tem vergonha?) o melhor é começar 2008 a fazer uma boa acção.

Boas entradas!


P.s. penso ser de aditar à lista para 2008: dom pérignon, beluga, SPAS aos magotes, viagens, festas e chá às toneladas pois há para aí uma multidão precisada.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Jingle bell, jingle all the way

Desculpem mas por momentos vou interromper de bom grado a minha criatividade bloguista... Oba, oba, vou fazer uma das coisas que mais gosto!
Não, não vou iniciar um mega body-spa- treatment no Amanpury, nem vou abrir os presentes de natal do Bolhão, ou comprar um Manhatan duplex, ou almoçar no rebuchon...

Ninguém consegue descobrir? Ai que tolinhos... Bem sabem que sou uma piquena de gostos simples, cozinhar, namorar, dormir, estar com a família, passear, comprar, jardineirar, tagarelar com as amigas, ir à descoberta de novidades, etc...
Uma das coisas que mais gosto fazer na vida é simplesmente VIAJAR! Vibro, adoro, amo de verdade!

Quando as viagens são muito complexas fico tão baralhadinha com os fusos horários que nem sei onde estou, o que é fantástico pois todas as manhãs fico surpreendida!!! O Bolhão perde por vezes as estribeiras mas como tem super bom feitio acaba por achar graça à minha inocência. Por vezes até me prega partidas... Imaginem que na nossa última viagem só percebi que não estava em Londres quando finalmente me levaram ao coliseu (e não era dos recreios)... Malandrão!

Muitos jingle bells e votos de um fantástico Natal, recheado de coisas óptimas (e perú também) estejam onde estiverem!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

A não perder

Se gosta do romantismo de Jane Austen então não pode perder o filme biográfico.
Jane Austen (16 de Dezembro de 1775 - 28 de Julho de 1817) foi por muitos considerada como a segunda figura mais importante da literatura inglesa depois de Shakespeare...
Escusado será frisar que amei!!!

Ups...

I think Mommy is Santa Claus!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Citações

Nas vésperas de ir de férias, só me ocorre publicar duas citações actuais e bem humoradas.

A primeira é atribuída ao advogado Miguel Veiga, como sabem famosíssimo, bem nascido, do Porto, rico, naturalmente arrogante como só os que nasceram com berço sabem ser, piada fácil, olhar calculista frio e sempre hiper-super-mega-lindamente bem vestido...

A frase que queria citar é qualquer coisa aproximada com “não tenho culpa de ser uma pessoa de família...”
Só há duas situações em que lhe possa ter saltado a tampa desta maneira: no rescaldo do 25/04, altura em que ser pessoa de bem e rica, era considerada fascista, ou então numa qualquer assembleia-geral poluída de gentinha... As pessoas conseguem ser rediculas, como se ainda vivessemos no feudalismo. Se é verdade que a populaça secretamente nutre uma verdadeira admiração pelos PLU (como um ideal) também é verdade que nos inveja de morte, culpando-nos de não termos nascido nas mesmas condições (normalmente num qualquer hospital público e mixuruca perto de si).

A segunda frase é de Wallis Simpson, uma NPLU convertida plenamente a bolha americana que, soube subir fantasticamente na vida, divorciada, cheia de estilo e glamour e se casou com o duque de Windsor (note-se que por ela abdicou, oh lala, l’amour):
Uma mulher nunca é suficientemente magra nem suficientemente rica.”

Quanto à parte da magreza duvido pois varia com o conceito de beleza, no que respeita ao resto venha ele que tenho óptimas ideias onde investir... Proponho a alteração da frase para “uma piquena nunca é suficientemente bolha nem suficientemente rica”... Para ser bolha é preciso ter o metal precioso que nos permite ingerir esturjão ao piqueno almoço e comprar um dos nossos melhores amigos* trimestralmente (em forma de anel, brinco), é um género de ciclo vicioso de investimento... Aliás, basta olhar para as celebridades que aparecem nas revistas cor-de-rosa do mundo inteiro para se perceber que esta frase ainda faz todo o sentido.

Por hoje é tudo, até breve, gostei muito deste bocadinho... Entretanto vão saboreando a época natalícia que é de todo fantástica!!! O som dos sinos, as melodias de natal, os enfeites, o cheiro a inverno, dar e receber, a família, a gastronomia, as cores dos embrulhos, o recheio propriamente dito dos embrulhos... O único senão é conta do cartão de crédito, o pobre fica arrombadamente desgastado...

* Como cantava MM.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Resquícios da juventude

Ainda se lembram do “last Christmas”, dos Wham???

Quando vejo estes telediscos tenho uma certa vergonha em ter sido adolescente nos anos 80! As madeixas dos cantores eram pavorosas... A moda um susto. As músicas todas tão pirosas. Imaginem que achava o G. Michael girérrimoooo e de todo efemininado...

A verdade é que sempre oiço esta música, esboço um sorriso, começo a cantarolar e consigo imaginar-me perfeitamente de perneiras, aos saltinhos pela casa, a cantar em voz alta e com um daqueles penteados temerosos tipo “doce”.

Vão lá ouvir e sorrir...

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Sabia que...

o presidente Nicolas Sarkozy é muito apreciado no mundo da moda?

Nem só de política vive o homem, foi eleito pela revista Vanity Fair um dos homens mais bem vestidos de 2007... É o que se chama ser um fashion leader! Eu é cá estou super de acordo. Tenho que reconhecer que lhe acho uma certa graça...

Bom fim de semana!!!

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Bubble ad I

Queridas amigas Bolhas, PLU, aspirantes, admiradoras/es e demais,

digam lá se este anúncio não vos faz lembrar as vossas queridas fantásticas, estonteantes e piquenas bolhas, i.e. nós próprias?

Eu sei porquê...

Somos todas amorosas (mega lovely), seguras, sorridentes, giribácias (acabei de inventar um termo novo e super super que, engloba a parte não pirosas das características sexy e sensual que como se sabe são termos medonhos de cabeleireiro), um toque de classe inconfundível e uma pele fantástica.

Estou certa que a Sarah Jessica Parker (que é uma querida) se inspirou em nós para fazer esta campanha... Aqui entre nós não teria escolhido o cor-de-rosa como tom mas, como a SJP é de estatura média-baixa até lhe dá um certo ar frufru!!!

Boa quinta feira!!!!

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Pensamento

Um dos sinais de que em Macau já é Inverno não é a neve (credo, hibernava) mas antes o cheiro abundante a naftalina.

A manhã está glaciar...

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

The Whole of the Moon

http://www.youtube.com/watch?v=AsNTmjlf1vI&feature=related

I pictured a rainbow
you held it in your hands
I had flashes
but you saw the plan
I wandered out in the world for years
while you just stayed in your room
I saw the crescent
you saw the whole of the moon
the whole of the moon

You were there in the turnstiles
with the wind at your heels
You stretched for the starts
and you know how it feels
to reach too high
too far
too soon
you saw the whole of the moon

I was grounded
while you filled the skies
I was dumbfounded by truth
you cut through lies
I saw the rain dirty valley
you saw Brigadoon
I saw the crescent
you saw the whole of the moon

I spoke about wings
you just flew
I wondered I guessed and I tried
you just knew
I sighed
... but you swooned!
I saw the crescent
you saw the whole of the moon
the whole of the moon

With a torch in your pocket
and the wind at your heels
you climbed on the ladder
and you know how it feels
to get too high
too far too soon
you saw the whole of the moon
the whole of the moon!

Unicorns and cannonballs
palaces and piers
trumpets towers and tenements
wide oceans full of tears
flags rags ferryboats
scimitars and scarves
every precious dream and vision
underneath the stars

You climbed on the ladder
with the wind in your sails
you came like comet
blazing your trail
too high too far too soon
you saw the whole of the moon

Bubble Lie

Uma das mais flagrantes características do mundo Bolha é a capacidade dourar tanto a vida que esta se torna tão maravilhosa e bem estruturada que, o próprio adquire a capacidade de acreditar que o seu país inventado faz parte do seu passado... O que por vezes roça o redículo de tão inventivo... É importante não se perder a noção.

Aqui fica um dos mais vivos exemplos dessa tão peculiar capacidade:
* Foi a esse avô que foi buscar o nome Pulido Valente?
O meu nome civil tem uma cacofonia e duas sibilantes: Vasco Correia Guedes. É feio!

Balelas!!! Pelo amor de deus, ao menos admita que Pulido Valente é de todo mais PLU, chique, tremendamente conhecido. Poupe-me a mentirinhas gritantes!!!

Boa segunda-feira e até breve!

*Entrevista de VPV (ou melhor VCG) ao jornal expresso.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Brilhos e talento

Hoje é sexta feira e temos todas as razões para sorrir. O dia está de sol, continua a não estar frio (logo ninguém cheira a naftalina) e a co-fundadora deste blog está de parabéns.

E por falar na nossa Champ, já sabem que se me virem a passear pelas ruas de Macau com um gorro que me fique pavorosamente é porque continuo à espera das dicas fashion da nossa queridíssima aniversariante... Antes de todas as estações costuma organizar um chá ou um jantar tupperware (mas sem os ditos pois estão muito corriqueiros, ao qual chamamos chá-sem-tupperware-mas-com-dicas) e faz-nos um briefing sobre o que devemos usar...Quando o blog nasceu passou a escrever as dicas, este Outono tem sido um deserto... Resultado, ando espatafurdiamente desorientada!!!

À falta de melhor, vou tentar resumir o que penso que se usa este ano: gorros (nunca usar com óculos escuros, dá ar de assaltante de banco), mini vestidos tipo t-shirt, mini saias, leggings, roupa por camadas, botas sem salto (há umas felpudas super giras mas que aqui em Macau não têm grande uso), pagodes de fecho éclair, calças à boca de sino e de cintura subida, dourados (ai valha o bom senso), e pirenéus de lamé!

Um ano revivalista e exagerado como os anos 80...Podem reciclar acessórios jurássicos para combinar com as tendências deste ano. Desde o clássico chanel ao punk... Aqui fica uma dica bolha, use só o que lhe dá conforto e lhe fica bem. Por essa razão me recuso a usar leggings e mini mini saias tipo cachecol, não me favorecem. Tenho as pernas compridas em demasia, obviamente não me sinto confortável!!! Quantos aos dourados e brilhos aborrecem-me! Não se esqueça de baralhar bem os estilo, vale tudo nesta estação...

Mudando de assunto e passando para o tema talento, estava eu a folhear a instyle quando deparei com uma fotografia de um actor conhecido por fazer comédias lights (faz sempre de boa pessoa e tem sempre um ar preocupado) e que ultimamente tem entrado em filmes de boa qualidade (Zodiac, Reservation Road, etc). Olálá, é minha impressão ou Mark Rufallo está a envelhecer bem?! Penso que a idade o está a tornar xúxú e muito mais talentoso...

Com esta me vou, este fim-de-semana dou início à época de compras de Natal, leia-se presentes e decor, ando deserta por dar um ar de graça natalícia à casa nova...
Bjs e até qualquer dia!!!

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

O drama do coiffure

Queridas amigas, bom dia!!!

Como calculam, bolha que é bolha adora tratar de si, o que significa que passa horas em programas de tratamento de todos os milímetros do seu Body (das unhas dos pés às pontas não espigadas dos seus cabelos) porque, ao contrário do resto da humanidade, dispõe de tempo, ou faz de conta... É por isso que andamos sempre estonteantemente fantásticas e “uns apetites amorosos” como diz querido do professor de ballet Yves.

Contudo, como humanas, as bolhas apesar de adorarem ir ao cabeleireiro fazer extensões, manicure, madeixas, etc, detestam tesouras... É óbvio que gostam de mudar de visual ciclicamente mas as mudanças normalmente consistem em cortes semanais de 1mm de centímetro de cabelo pseudo espigado...

Na viragem das estações há sempre uma ânsia de mudar de visual, de assumir um novo estilo (ora existencialista, hippie ou mesmo clássico) inspirado na queda da folha ou na a primavera em flor... Apesar de não bolhal é humano sentir-se essa necessidade, o que são as bolhas senão simples mulheres fascinantemente melhoradas?

Apesar dessa necessidade de mudança bolha que é bolha fica sempre ligeiramente deprimida quando chega a casa após cortar o cabelo mais de 1mm...
Passa por fases de revolta, tristeza e por vezes até pensa em processar o pobre do George le coiffure...
Estas fases só são possíveis de ultrapassar com a promessa de uma viagem ao Havai, uma noite mágica de champanhe e romance... Não, não faz este sorriso de contentamento da Jane Fonda pois essa já tem o cabelo curto desde que fez de Barbarela! Prespeguei aqui a fotografia da Jane Fonda pois estou seriamente a ponderar adoptar este penteado, à laia de bolha clássica a simular modernidade...

Claro que corro é o sério risco de parecer uma cantora Pop sueca pois, com o cabelo curto ainda pareço mais nórdica do que o habitual... Para isso vou precisar de me mentalizar mais uns dias. Vou mudar de visual mas só de pensar nisso até estou a ficar arrepiada, mas vou mudar! Bons penteados e até breve...

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Se eu fosse actriz

Gostava de ter entrado no filme Annie Hall...
O que me ri ao rever este filme! De tal forma que voltei seriamente a pensar comprar a colecção completa em DVD do Woody Allen. Este tipo de humor merece tudo... Ninguém começa um filme com a seguinte tirada:

There's an old joke - um... two elderly women are at a Catskill mountain resort, and one of 'em says, "Boy, the food at this place is really terrible." The other one says, "Yeah, I know; and such small portions." Well, that's essentially how I feel about life - full of loneliness, and misery, and suffering, and unhappiness, and it's all over much too quickly. The... the other important joke, for me, is one that's usually attributed to Groucho Marx; but, I think it appears originally in Freud's "Wit and Its Relation to the Unconscious," and it goes like this - I'm paraphrasing - um, "I would never want to belong to any club that would have someone like me for a member." That's the key joke of my adult life, in terms of my relationships with women.

Digam lá se não é brilhante? Vão rever e depois digam-me qualquer coisa.

Boa terça-feira!

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Bolha Soufflé

Quem me conhece sabe que sou un-petit-peu-stressada-intelectual… Agora os simpáticos leitores estão a pensar oh bolha mor, pelo amor de Deus, deixe-se de lérias, as bolhas não fazem peva, têm criadagem para tudo, não podem saber de todo o que é stress... De intelectual, coitadas, só se contarmos com os romances ligeiros sobre compras em NY e as Bolhanovelas que ingerem à laia de saladas macrobióticas, poupe-me!”

TTTTSSSSSS, pois eu asseguro-vos que estão parcialmente enganados...

Fora o stress normal da vida de Bolha (n actividades que não vou para aqui de novo elencar) temos muitas coisas que nos ocupam o intelecto (não estou a falar de ganchos, rolos e madeixas) tais como livros, conferências, etc, etc...

Eu por exemplo já li cerca 100 livros, vejo todas as noites um filme ou documentário de grande profundidade (ontem por exemplo vi o nemo) e ando às voltas com uma dissertação sociológica sobre Bolhas, esse fenómeno, que futuro para a humanidade.” Em momentos como estes ando extenuada de stress... Como poderia ser diferente?

Da última vez que deixei de fumar, descobri as maravilhas da culinária, no duplo sentido... Cozinhar faz-me descontrair e distrair, por outro lado ingerir os cozinhados transforma-me numa verdadeira orca!!!

Em altura como esta sou uma genuína Bolha Soufflé da cozinho-terapia, adoro cozinhar tudo o que seja francês: des crêpes tarte au chocolat, soufflé au fromage, mousse de foies de volaille, tarte aux fraises, tarte à l'oignon, quiche lorraine, olálá!

Cozinhar não só me ocupa o pensamento a 100% como me permite ser criativa ao mesmo tempo que queimo todas as más energias... Hoje vou cozinhar um Filet Mignon aux Oignons que é correspondente ao nosso bife de cebolada mas que em fracês soa muito mais “magnifique”… Experimentem!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

A melhor comédia de todos os tempos

Aqui fica para irem cantando: Always Look On The Bright Side of Life.
Acho que a vou rever hoje à noite...

Cuidado que é GP

Como é do conhecimento geral, em Macau guia-se mesmo mal!!! É um desgraça... Ninguém pára nas passadeiras e por vezes quando param ninguém quer passar com medo dos aceleras, ou que os carros da outra faixa resolvam acelerar e passar todos os peões todos a ferro...
A grande vantagem (always look on the bright side of life, cantem comigo que sou um nadinha positiva) está no facto de ninguém conseguir andar a mais de 50km/h...
Excepto se estivermos na época do grande prémio... Um tremendo tormento.
É que em cada condutor há um potencial corredor de fórmula 3!!! Por isso muito cuidado a atravessar mesmo que o sinal esteja verde para peões...
Até logo!

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Music and Lyrics Trailer

Se está num dia daqueles de poodle aproveite para ver o filme "music and lyrics”.

Só vos digo que trabalhei os abdominais de tanto rir ... Esta semana até estou francamente tentada a cancelar Iôôôôga e o dermatologista pois, não me parece que a minha cútis precise de ser tonificada!!! Rejuvenesci... Foi cá um fartote de risadas!!!

O malandreco do Hugh Grant continua com pilhas de graça! Reparem no teledisco no ínicio, tal e o qual os da nossa adolescência. Fantastique...

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

"Good friends, good books and a sleepy conscience: this is the ideal life."- Mark Twain

Muji

Uma das vantagens de Macau ser uma cidade internacional é a de os casinos terem centros comerciais repletos de lojas de marcas internacionais... Ando deserta para ver a nova colecção de objectos e cartões de Natal da Muji e, para ver a primeira loja em Macau, num qualquer casino perto de nós...

Dizem que vai abrir lá para os lados do cotai. Oxalá!!! A Muji é só a minha loja preferida com coisas para casa... Linhas simples, direitas, onde predominam o branco, preto e verde...

Até logo!

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Atribuição de título

Esta cerimónia de atribuição do título de Bolho Honorário ao Vici do Macauquices tem um fundamento e um significado que ultrapassam de todo a consagração dos méritos bloguistas do homenageado, porque a cerimónia se inscreve, com inteira consciência e intenção da promotora (na qualidade de bolha gerente deste centro de reflexão fútil/intelectual) numa desafiante conjuntura (se querem que vos diga nem sei o que quis dizer com isto mas conjuntura é uma palavra que fica sempre bem e em todo o lado... Escusam de fazer esse ar horrorizado pois ando a tomar umas vitaminas que até me fazem parecer atenta e esperta, assim do género Manuela Moura Guedes antes das plásticas).

Mas dizia eu que se trata do encontro de todas as áreas bolhais (apesar de ser só aqui a je que contribui actualmente para a animação desta xafarica) e de todas as diferentes perspectivas do mundo e da vida das bolhas (vida essa como sabem preenchida aos magotes e tejos de bom karma) a falarem todas com voz própria (só a minha porque as restantes estão afónicas) pela primeira vez na história da Humanidade bolha.

É que o piqueno é um pagode de simpatia!!!
Selado e etiquetado.
Bom fim de semana, aproveitem bem!

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Viva o casaco de malha!!!


Recentemente fui ao oftalmologista mudar a graduação das lentes, diga-se de passagem que agora vejo mosquitos na outra banda... Vai daí que comecei a apreciar de forma mais atenta assuntos da máxima importância para a vida de uma rapariga iluminada como a je, nomeadamente a parte que respeita à moda masculina...

Até porque com as novas diopeterias tem sido um fartote visual pois, consigo ver fantásticamente montras, assistir a desfiles de haute couture, etc, etc...

Desculpem minhas queridas mas é minha impressão ou o piqueno que está na fotografia está um pouco retro? Vê-se destes casacos em todo o lado... Os homens usaram casacos de malha até à exaustão nos anos 70/80 (disseram-me pois naturalmente não era ainda de todo nascida)... Tal como na fotografia os casacos eram estrelicadinhos, cingidos ao corpo.

Note-se que os casacos de malha agora chamam-lhes cardigans mesmo em português... Eu cá gosto mais do termo tradicional "casaco de malha" apesar de reconhecer que ao soletrar-se a palavra cardigan a língua enrola de forma um tanto ou quanto snob, o que dá um certo ar bcbg plu (v. bolhalecto do lado direito do blog).

Aqui para nós que ninguém nos ouve, desde que se tenha figuraça (regra essa que se aplica a tudo, caríssimas) sou 200% a favor do uso do casaco de malha. Viva o estilo retro-revialista!!! Ficam cá uns croissantzões! Isto claro, é meramente um reparo estético e de moda...

Até logo!!!

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Abaixo de caniche


Dear, dear, dear!!!
Aqui fica um conselho para o autor do Equador… Antes de lançar um livro não dê entrevistas antipáticas e arrogantes, credo! Que petulância...
Corre o sério risco de vender menos um livro.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

O melhor dançarino de tango

Tenho que vos confessar, é nestas alturas que tenho um tremendo desgosto por não saber dançar tango...
Apesar da educação na Suiça, a mesma não incidiu fortemente, como deveria, na aprendizagem de danças latinas, o que é uma pena... Havia uma cadeirita secundária de danças de salão.
Vamos querido, leve-me a dançar!

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Atarefada?!

Não é por nada mas roubaram-nos o título do nosso primeiro romance...
Nem queria acreditar no desaforo, o azul marinho dos meus olhos quase me saltou das órbitas! Que medidas podemos tomar?
AAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!

O Inverno a chamar por mim...


Até viver em Macau odiava o Inverno... Quem classifica como temperado o clima português é tolinho!!! Uma zona que tem temperaturas inferiores a 15 graus, 9 meses por ano é temperada? Sofro! Só de pensar nas noites de verão em Sintra e no Porto me dá um calafrio. Nunca se consegue ir jantar fora sem levar um “abafo” atrás... É uma seca!

Por aqui temos 9 meses de verão drástico (temperaturas superiores a 20 graus com humidade superior a 80%), usamos sandálias e roupa de algodão até à exaustão... Aqui para nós já não consigo olhar para os meus pés, já usei unhas azuis, encarnadas, laranjas, com flores, letras, um mega enjoanço! É que dou por mim a ansiar por uma descida de temperatura abrupta que justifique o uso de botas de cano alto, do sobretudo, da roupa de camurça, em que possa comer tap in lou (ai que saudades do fondue chinês) e tau fu fá quente para reconfortar esse "maldito frio interior", sem destilar...


Esta falta de inverno torna-nos um pouco friorentas. Mal desceu a humidade (estão hoje 20 graus) arejei a roupa de inverno, já durmo de min tói (edredão) e estou a ponderar seriamente colocar em sítios estratégicos os aquecedores a óleo...


Também é verdade que ontem em HK, comprei um casaco de angorá lindo-de-morrer-de-cair-literalmente-para-o-lado-e-de-chamar-por-mais e estou desejosa de o vestir!

Espero que desça dramáticamente a temperatura durante a noite!!!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Girl talk

Das coisas que mais gosto é de estar com as minhas amigas. De preferência sem horas, para podermos debater tudo até à exaustão... A temática é variada, desde filhos, roupa, saldos, cabeleireiros, teses de doutoramento, família, médicos, política internacional (só para enganar e dar um cero ar...), dinheiro (ai o que eu fazia com o mark 6, equivalente ao totoloto), etc, etc, etc...
Girl talk, risota completa, por vezes puxa lágrima, conselhos, debates, enfim há um momento reservado para tudo!

Em Macau existe a particularidade de se ter mais tempo para tudo. Não me interpretem mal, fartamo-nos de trabalhar mas a horas dedicadas ao lazer andam mais devagar. Todos nós estamos também mais disponíveis. Conseguimos ter tempo para ler, passear, ir ao teatro, jantar fora e estar com os amigos.

Infelizmente não estou tantas vezes com as minhas amigas como gostaria... Mas também vos digo, o tempo que estou é tão bem passado que mal os encontros acabam começo logo a planear o próximo!

Música, moda e livros

Difícil, difícil, é escrever um blog de uma forma tão generalista, inócua que ninguém se sinta pessoalmente atingido... Em Macau por vezes é difícil porque tem as qualidades das terras pequenas e também os defeitos! Por qualidades destaco a facilidade em conhecer pessoas, como defeito aponto a dimensão exagerada que certos factos ou boatos. Por exemplo ser notícia a venda de Nestum em certo estabelecimento comercial por aqui é a normalidade...

Não pensem que é fácil pois esforçamo-nos arduamente (ultimamente all by myself porque as outras estão a marimbar-se) em arranjar lugares comuns, futilidades e por vezes intelectualidades pois apesar de ser mais fácil apontar o dedo e dizer mal num Blog nós não somos de todo vocacionadas para a facilidade... Até porque se o fizéssemos em relação a pessoas determinadas seria uma tremenda cobardia, sem direito de resposta... Se repararem igual linha tem sido a do amigo
Vici, mesmo aqui ao lado!!! Obviamente que o estilo não tem de todo a ver pois o Macauquices é basicamente um Blog actual e intelectual, pensando bem qualquer semelhança com a realidade é pura ficção...

Confundindo, baralhando e voltando aos lugares comuns, amei o concerto da Maria João Pires com a Orquestra Sinfónica de Macau. Se querem que vos diga não vou perder mais nenhuma temporada da
nossa orquestra, tocam tão bem que saio sempre orgulhosa das salas de espectáculo...

Bem sei que está de chuva (finalmente estreei as minhas botas novas) mas como a temperatura baixou e este fim-de-semana é dos grande aqui fica uma sugestão bolha, desta feita alternativa: deviam ir à
Lines Lab espreitar a nova colecção da designer Clara Brito, tem coisas diferentes de tudo e a simpatia da proprietária é contagiante. Fica na parte antiga de Macau na rua dos tin tins de chão (continuação da Rua dos Mercadores, acho que é a Rua de N. Senhora do Amparo mas não tenho a certeza)...

De caminho passe pela livraria Bloom que tem sempre novidades. Revistas, edições portuguesas e estrangeiras. Aproveite e dê dois dedos de conversa com os proprietários pois conseguem sempre aconselhar um livro à medida de cada cliente, escusado será dizer que aqui a je é mais literatura light! É no Largo do Pagode do Bazar e tenho a certeza que não se vai arrepender.

Espero que tenham um pagode de diversão este fim-de-semana de halloween, até breve
.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Problema resolvido!

O que vale é que, ao contrário das restantes, a nossa desperate-no-more não é loira platinada... Não desfazendo!

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Upsssssssssssssssssssss!!!


Estava eu a alindar o blog quando toquei num piqueno setting e pufffffffffffffffff apaguei a minha pessoa como gerente do blog... O que significa que agora não só não o consigo melhorar esteticamente, como também não posso nem ler nem publicar comentários... Estou danada comigo própria, bolha pateta!

Pergunta a querida leitora “mas porque é que não pede às restantes bolhas para alterarem os settings?” Lá está já tinha pensado nisso, não sou tolinha, é que as outras piquenas que compõem esta xafarica perderam as senhas de entrada, resultado somos 6 bolhas espertíssimas mas nenhuma de nós sabe mexer no pobre do blog...

Volta e meia acontecem-me destes percalços, o que querem? É demasiado tecnológico para mim e como passo a vida a fazer esticamentos (fu lei xi, ou desfrisagem japonesa) para contrariar os meus longos caracóis e a fazer nuances para abrir o dourado, se calhar tanto químico adormece-me uns quantos neurónios...

Vou esperar que as outras bolhas consigam resolver esta contrariedade, é que sinceramente já não estou para mudar de casa... Sempre a saltitar de blog em blog, não dá!!! Desculpem a maçada, sim?

Até breve!!!

sábado, 27 de outubro de 2007

"I love luxury. And luxury lies not in richness and ornateness but in the absence of vulgarity. Vulgarity is the ugliest word in our language. I stay in the game to fight it."

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Se eu não gostar de mim quem gostará?

Finalmente chegámos ao fim da semana... Esta semana foi tão difícil que fiquei azamboada de todo e até estou de olhos esbugalhados, tipo espadarte de tanto bolir! Quadro de miséria...

Estava eu num jantar restrito e a transbordar de bom gosto, quando reparei que uma das minhas amigas tinha uns fulminantemente fantásticos Manolo Blahnik… Nenhuma das presentes se conteve e fartamo-nos de tagarelar sobre linhas de sapatos… Um dos homens presentes martirizados de tédio (coitados) fez o seguinte reparo “Não sei quem é esse tal Manolo, só as mulheres é que reparam no que as outras mulheres vestem…”

Só vos digo que ía morrendo, juro-vos que até fiquei com insónias e volta e meia dá-me uma paradinha cerebral, só de pensar no assunto… Se já é grave não se perceber o que é um Manolo transbordante de glamour&style, ainda mais grave é não distinguir o manolo (carérrimoooo) de umas quaisquer botifarras compradas na Rua da Palha…

Depois de muito matutar cheguei à conclusão que o patusco tem parcialmente razão… Os homens infelizmente não reparam em pormenores * apreciam na generalidade. Não há meio-termo, óptimas ou temerosas!

Normalmente são assim os diálogos que antecedem acontecimentos de cariz social:
Bolha: Estou bem?
Bolho: Está óptima minha querida!
Bolha: Acha que fico melhor com este vestido ou estava melhor com o verde?
Bolho: Fica bem das duas maneiras mon choux, despache-se que estamos atrasados. Não me diga que vai experimentar mais 4 vestidos? Que mal fiz eu a Deus...

Sofro, bem sei que todos me ficam a matar mas quero levar o vestido PERFEITO para a ocasião!!! As mulheres gostam de se sentir bonitas... Claro que também gostam de ouvir piropos de aprovação mas Bolha que é Bolha transborda segurança e sabe o que vale por isso não acha fundamental receber elogios. É fundamental uma piquena sentir-se bem consigo mesma e para isso tem que usar coisas que ache bonitas. Não há expressão facial que se compare ao ar triunfante e sorridente de quem usa uns manolos conjugados com um missoni, ambos novinhos em folha!

Verdade verdadinha é que as Bolhas vestem-se para si próprias, tout cour, mas gostam de impressionar o mundo exterior, no qual se incluem os homens que se apercebem da generalidade e as mulheres que reparam nas particularidades...

Como dizia muito acertadamente um slogan famoso “se eu não gostar de mim, quem gostará?”

Bom fim de semana!!!

* Claro que se o pormenor for um cachecol a fazer mini-saia ou se o decote for tão pronunciado que faça suspeitar que estamos a usar um body de recém-nascido aí os homens já reparam... Salvo raras excepções, apreciam esse género de pormenores nas bolhas que não são deles. É um chauvinismo mas é verdade... Normalmente dizem às suas bolhas e mini bolhas que esse tipo de toilette não lhes cai bem, dão um ar vulgar e não são de todo o seu género mas, parecem cata-ventos mal vislumbram bolhas alheias nesses preparos!

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Eu que nem gosto de musicais (talvez tenha um fraco pelo Ewan Mcgregor) acordei a cantarolar esta música...
E já é quinta-feira!

terça-feira, 23 de outubro de 2007

Passeios a pé e lojas antigas

Agora que a temperatura está baixar estamos a chegar à melhor altura do ano em Macau...

No Outono podemos dar grandes passeios a pé, o céu está azul, não há quase humidade e conseguimos respirar, podemos optar por jantar numa das poucas esplanadas e ainda conseguimos dar uns belos mergulhos na piscina.

Como o meu mais que tudo também adora andar a pé, costumamos reservar os fins-de-semana do Outono para ver a evolução da cidade pois são muitas as vielas, ruelas e becos onde não entram carros...

No sábado passado, com alguma tristeza, constatei que já não há uma única loja de chapéus de palha típicos na Rua da Palha... O oculista que só vendia Ray Bans jurássicos dos anos 70 também desapareceu... Logo agora que voltaram a estar na moda. Por vezes só realizamos a falta que nos fazem passado alguns meses...

Bem sei que é preço do progresso... O centro desenvolve-se, as rendas aumentam e multiplicam-se os ditos estaminés de vendas lucrativos (bolachas, carne seca, cosméticos, oculistas e roupa) mas isso não invalida que sinta uma enorme pena de terem desaparecido a fábrica das bolachas da esquina do leal senado (ocupada agora por uma gelataria), a barbearia Xangai e as Mariazinhas...

É que as lojas antigas Macau são dos poucos sítios onde há tratamento personalizado... Tratam-nos pelo nome, sabem onde trabalhamos, conhecem as nossas famílias ou os nossos amigos, os nossos gostos e quando estamos muito tempo sem lá ir perguntam-nos se fomos de férias ou se voltámos para Portugal.

No próximo fim-de-semana vou visitar loja de Tau Fu Fá (doce de Tofu, com calda de açúcar e leite evaporado. Mais tarde escrevo aqui a morada para os mais curiosos) e talvez dê um grande passeio a pé até ao
Templo da Deusa A-Ma. Para os mais distraídos, o Ma Kuok Mio é o mais antigo de Macau e segundo a lenda deu o nome a Macau.

Se visitarmos e ajudarmos os comerciantes tradicionais pode ser que estes consigam combater a concorrência desenfreada das lojas internacionais que não têm pingo graça ou de originalidade...

Bons passeios!

quinta-feira, 18 de outubro de 2007


E porque amanhã é Chung Yeung, por estas bandas vamos subir a montanha...
Bom fim de semana comprido!

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

O casamento no decote




Os queridos leitores sabem que não sou de todo machista, antes pelo contrário, quando toca a feminismo, feminilidade e direitos das mulheres fico por vezes tão exaltada que me foge o pé para o salto agulha... Confesso que há por aí um fenómeno sociológico que me impressiona pela negativa!!!

Basta folhear umas quantas revistas sociais (no cabeleireiro, em casa, na limousine) sejam elas a caras, a in style, in touch ou mesmo a hola (na parte dedicada aos não aristocratas) para se perceber que, salvo raras excepções, as mulheres do mundo ocidental usam o decote como forma de publicitar “o meu casamento deu o berro”...

Eu que até não sou uma piquena muito perspicaz tenho-me apercebido apenas através da mera observação de N fotografias em folhetins que certos casamentos já eram...
Especialmente quando se trata de entrevistas e as protagonistas aparecem sentadas no sofá, com um cero ar sombrio a acompanhar um mega decote... Como quem quer dizer: “A relação tornou-se numa ralação e estou super disponível para amar*”.

Uma badalhoquice do pior! Para comprovarem a minha teoria basta pensarmos em fotografias pós divórcio de N ditas celebridades nacionais e internacionais... Deixo aqui um conselho: algum decoro, originalidade e subtileza, minhas senhoras!

*como dizem os populares

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Publicidade de choque

O fotógrafo Oliviero Toscani, famoso pelas campanhas de causas da Benetton, voltou a a chocar o mundo. Desta vez é o autor de uma foto com uma modelo anoréxica. O anúncio, publicado no jornal "La Republicca", inclui uma única palavra, "Não", e é financiada pela marca de roupa italiana "No-l-ita".

"Há anos me ocupo do problema de anorexia. Quem são os responsáveis? No geral, os meios de comunicação, a televisão, a moda. Parece muito interessante que uma marca de roupa compreenda o fenômeno, tome consciência de seu papel e patrocine a campanha", declarou o fotógrafo à imprensa italiana.

Pode não concordar-se com a abordagem mas lá que choca, choca!

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Padaria Ribeiro

Peço desculpa... Os queridos amigos pensam “vou fazer uma piquena pausa e ler o que aquela estouvada escreveu, qual será o disparate hoje?”, depois coitados, sem saberem bem como, deparam com um Blog sisudo e sério... Têm razão, é gato por lebre!!! Não se querem assunto sérios num blog anti-ruga-de-preocupação... É a mesma coisa do que pensar num Samuel Beckett e sair da livraria com um MRP… Ao contrário, claro!

Prometo escrever os próximos posts sem pensar, de todo, genuína, espontânea, despreocupada simpática, fútil e muito light.

Voltando à minha viagem em terras lusas, o relato gastronómico pelos sabores de Portugal não estaria completo se não fizesse uma referência à Padaria Ribeiro no Porto... Nhamnhamnham...

Uns lanches fenomenais, umas tartes de ovos e doce deliciosas e umas empadas de vitela divinais!!! Daqueles sítios em que já não quero experimentar mais nada pois já sei que vou ficar fanática e uma debulhadora em potência.
Tudo de comer e chorar por mais... Em boa hora se acabaram as minhas férias pois corria sérios risco de me tornar numa bola de bowling... O que vale é 3 ou 4 kg passam despercebidos na minha estatura de 1,95M!!!

Boa sexta feira.

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Que mundo é este


Onde se vende a inocência das crianças?
(documentário sobre prostituição infantil).

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Está-me a enervar e a angustiar tanto que só pode estar bem escrito...

O Santini

Para os que não me conhecem ficam já a saber que sou um óptimo garfo, adoro comer, seja à mão, com pauzinhos ou com talheres...

Embora não faça km e km de estrada para comer, se sei de algum sítio fantástico nas imediações para depenicar não me faço rogada... Nestas férias voltei à infância ao visitar o santini em cascais e ao comer 2 travesseiros na piriquita de Sintra (na nova porque a antiga é impossível, tem tanta gente que mesmo com o sistema de senhas vemos a nossa vida a andar para trás).

Como já falei da minha loucura pelos
travesseiros da piriquita, hoje vou falar da minha tara pelo santini, em cascais... Os gelados santini são os melhores de Portugal, se calhar da Europa, ou mesmo do mundo. Tive tantas saudades do Sr. Santini quando entrei na gelataria... Para além de ter um sorriso simpático, adorava crianças e estava sempre bem disposto. Falava com a miudagem horas seguidas e deixava todos os menores de 15 anos escolherem 10 sabores por cone ou copo de gelado... Sabores óptimos e indescritíveis!

No santini o morango sabe mesmo a morangos e a escolha dos sabores é sempre difícil, por serem todos tão bons e fiéis ao sabor original. A bolha mãe por exemplo gosta tanto da conjugação morango e limão que pede a mesma desde os anos 50, pasme-se!

Desta vez escolhi avelã e crocante mas confesso-vos que me apetecia voltar a saborear todos os outros... Talvez no próximo verão?!

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Made in Portugal

Se há coisa que me faz sorrir é encontrar nas melhores lojas de todo o mundo - NY, Hong Kong*, Paris e mesmo Macau - os produtos da Ach Brito (sabonetes Claus Porto e outros produtos cosméticos).
Óptima apresentação, revivalistas e de qualidade...Quem não se lembra dos frascos verdes de lavanda, dos sabonetes de musgo que se vendiam nas drogarias de esquina? Merecem mesmo estar na berra com o estatuto de FASHION!!!
*Em HK à venda no Lane Crawford e em Macau à venda no venetian.

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Vícios

Ultimamente os meus serões são preenchidos por dois vícios...

O primeiro começa mal chego a casa e prolonga-se até por volta da meia-noite. Dá pelo nome Brothers and Sisters e é a nova série da ABC que comprei em Dvd... Escusado será dizer que os dramas da disfuncional família Walker são absolutamente cativantes... A interpretação é supér! Eu que sou do género piegas, em todos os episódios fico com um nó na garganta... Para contrabalançar também solto umas sonoras e sentidas gargalhadas!

E por falar nesta série, imagine-se que a fox censurou parte do discurso da actriz Sally Field (a matriarca Nora Walkers, Melhor Actriz de Drama) por ocasião dos Emmys... Desde o acidente Janet Jackson/ MTV que as televisões americanas são obrigadas a deixar uns segundos entre o acontecimento e a transmissão, não vá o diabo tecê-las… São tão exagerados! E a frase estupidamente alvo de censura foi "Let's face it, if the mothers ruled the world, there would be no God damn war!” Não só não é escandalosa como é muito verdadeira... Que disparatados!

O segundo vício dá pelo nome “A sombra do vento”, do espanhol Carlos Ruiz Zafón. É um livro sobre livros esquecidos e uma trágica história de amor (à antiga), cujo eco se projecta através do tempo. Notem que ainda não acabei e já estou a pressentir um final infeliz...

Estão a visualizar o meu drama? Mal acabo de ver a série vou a correr ler o livro, o que significa que adormeço a horas pouco simpáticas para quem tem de trabalhar no dia seguinte.
O pior é que se estou ansiosa para saber os desfechos também sofro antecipada e angustiadamente só de pensar que estão a acabar...

Vicissitudes!!!

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

rien ne vas plus

Está aberto o debate.
Para mim que sou Bolha é uma espécie de um diário teatral exibicionista... Gostava de saber outras opiniões...
O que é um Blog???

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Fase actual do Blog

Caras Bolhas e demais leitores, confesso-vos que estou a ficar um bocadito farta de ser tal e qual o neurónio de uma loira neste blog (não desfazendo)... Bem sei que mais vale só que mal acompanhada mas isto está um marasmo de solidão... Já fui de férias a Lx-Paris-Porto, já voltei, já semi-relatei e a única pessoa que fez qualquer tipo de comentário durante este período foi a simpática Me Hate que ainda por cima vai fechar a Xafarica, calcule-se!!! Vá lá sua patusca, com tantos leitores penso que não há justificação... Em Sintra fui mesmo à Piriquita, depois conto!
É que já estou mesmo como a coitada Bridget Jones (a minha solteira de eleição)
All by myself
Dont wanna be
All by myself anymore
All by myself
Dont wanna live
All by myself anymore
Pronto, já sabem fica aqui a intenção... Se para além dos escritos também não há comentários vou ter que fechar para balanço! É que um blog é uma espécie de um diário teatral exibicionista... Não vive sem leitores!
Digam qualquer coisinha...

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Estapafurdiamente especial

Tudo em Paris é estapafurdiamente especial! Refiro-me à luz, ao céu, árvores, jardins, crepes com nutella, cafés, praças, avenidas, culinária, lojas, igrejas, museus, enfim... C'est indescriptible combien j'adore la cité!!!
Os parisienses, menos especiais de corrida do que o restante, também não foram tão deselegantes como o esperado... Mesmo muito simpáticos!!! Uma surpresa...

Finalmente percebi que se usar ça vas, a tout a l’heure et Olalás, a torto e a direito, desde que faça uma boca piquena com muitos onsssssssssssss falo fluentemente francês!!! Très simple...

Amei de verdade todos os minutos que estive em Paris... Por mim estava lá mais uns meses a descobrir a cidade! La France est un pays de cuisine fantastique, só vos digo que não vim uma autêntico exemplar de Kobe porque tenho um metabolismo fenomenal!!!

Aqui ficam as mini-dicas Mor: i) Bons ténis pois o que parece ser ali ao lado é sempre longérrimo... Mesmo o raio do metro é uma complicação... Anda-se Km!
ii) Leve um polar pois em Setembro apanhei 7 graus.
iii) Compre o passe museus na Fnac pois evita as desesperantes filas de espera.

Se tivesse de eleger um sítio em Paris, confesso-vos que iria ficar tremendamente baralhada... De qualquer maneira aqui ficam 2 sítios com significado, porque o tempo parece que parou: Les Jardins du Luxembourg et la Place de vosges...

Hoje despeço-me com uma preocupação, qual será o destino do povo birmanês? Como irá a comunidade internacional reagir a milhares de detenções? Escusado será dizer que o povo birmanês conta com a minha solidariedade.

Até logo!

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

I love paris in the spring time
I love paris in the fall
I love paris in the winter when it drizzles

I love paris in the summer when it sizzles
I love paris every moment
Every moment of the year
I love paris, why oh why do I love paris
Because my love is here

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Ba ca iau soey

Podia escrever sobre 1001 coisas mas não o vou fazer, falta-me tempo e pachorra... Tenho que organizar uma casa, tratar de N assuntos, fazer malas, rever listas e ainda ir às últimas compras.

Só vos digo que se não estivesse quase a ir de férias (um fartotão) estava mas era à beira de um ataque de histerismo... Sim, porque quando se vai de férias quase tudo o que era um tremendo FRETE passa a ser uma piquena tarefa sem a mais pálida importância!

Estão a pensar porque é que pespeguei esta imagem do COD neste post, certo? É que até ao meu regresso o pobre Blog vai ficar inundado em águas de bacalhau, i.e., ba ca iau soey, para dar um toque internacional...

As restantes Bolhas são umas preguiçoseironas medonhas sem o mínimo de iniciativa et imagination (estou de partida logo sem papas na língua) e não escrevem rien (olâlâ, já perceberam que ando a treinar para ir à cidade de l’amour), os comentadores estão super acanhados, prestes a sucumbir de tédio com a falta de assunto... Já ninguém comenta nem quer saber. Secante! O que é normal, com tanta falta de assunto, tantos blogs com assuntos variadíssimos e mesmo sobre Macau não admira!!!
Quando voltar prometo que vou escrever se para aí estiver virada e se tiver monstruosidades de disparates, futilidades e lugares comuns para contar...

Despeço-me já super marásmica de saudades vossas. Até ao meu regresso!

São doidos estes dinamarqueses...

Varridos pelo Design...

Ora vejam só se não tenho razão:

Para quem tem filhos piquenos, é o ideal para andar na cidade... Cidades essas europeias ou mesmo norte americanas pois por estas bandas, com tanto trânsito, confusão, obras e poluição, não me parece que se safem...

Para quem já está sedenta de se ver livre dos saturantes Poltergeistezinhos, nada como deixa-los com a pobre poltergeist-bubble-nanny e transformar a Triobike numa Bubblebike que serve exclusivamente para transportar compras... Aliás conseguem ver o ar feliz e de alívio da mãe que está na fotografia, após bike transformation!!!

Chamem-lhe tola!

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Sabedoria popular


"Não diga tudo quanto sabes

não faças tudo quanto podes

não creias em tudo quanto ouves

não gastes tudo quanto tens


porque

quem diz tudo quanto sabe

quem faz tudo quanto pode

quem crê em tudo quanto ouve

quem gasta tudo quanto tem


muitas vezes

diz o que não convém

faz o que não deve

julga o que não vê

gasta o que não pode" - Provérbio Árabe

Depois não digam que não avisei... Boa segunda feira!!!

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Adeus Pavarotti...

O maior tenor do meu tempo...

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Ventos de mudança

Ando seriamente a ponderar na hipótese de abrir um blog só sobre viagens (bem sei que não sou de todo original, há Gunung Bromo deles) e abandonar a personalidade Mor...

Bolha que é bolha tem uma capacidade infinita de assumir outras personalidades, bem sei que sou uma verdadeira Dietrich bloguista mas já estou ligeiramente enfartada de ser Bolha, uma piquena calcorreia uma centena de milhar de temas de interesse variado, evolui, satura e quer mudança... Ce n'est pas vrai?!

O Poema da Paz

0 dia mais belo? Hoje
A coisa mais fácil? Equivocar-se
O obstáculo maior? 0 medo
0 erro maior? Abandonar-se
A raiz de todos os males? 0 egoísmo
A distração mais bela? 0 trabalho
A pior derrota? 0 desalento
Os melhores professores? As crianças
A primeira necessidade? Comunicar-se
0 que mais faz feliz? Ser útil aos demais
0 mistério maior? A morte
0 pior defeito? 0 mau humor
A coisa mais perigosa? A mentira
0 sentimento pior? 0 rancor
0 presente mais belo? 0 perdão,
0 mais imprescindível? 0 lar
A estrada mais rápida? 0 caminho correto
A sensação mais grata? A paz interior
0 resguardo mais eficaz? 0 sorriso
0 melhor remédio? 0 optimismo
A maior satisfação? 0 dever cumprido
A força mais potente do mundo? A fé
As pessoas mais necessárias? Os pais
A coisa mais bela de todas? 0 amor

(Madre Teresa de Calcutá, 26.08.1910 - 05.09.1997 )

terça-feira, 4 de setembro de 2007

PS procura-se


Bom dia!!!
Nem tenho palavras para descrever o fim de semana em Hk… Um corrupio pegado entre compras e vida social. Aqui fica um dica desportiva: como nestas alturas não tenho tempo para ir ao Gym queimar calorias, enquanto corro de loja em loja tento contrair ao máximo os abdominais para os tonificar. Bolha prevenida...

Mal cheguei a Macau começou o pesadelo... Então não é que o Gianfranco se despediu?! Vai trabalhar para os casinos o pateta!!! Digo-vos que fiquei tão desagradada que não consigo descontrair a cara e estou com um esgar permanente de horror, por isso se me virem na rua com a cara à banda não pensem que apanhei alguma corrente de ar e que fiquei com uma paralisia facial, não, não, não, não, não, estou é com uma paralisia emocional que vai passar mal encontre um personal shopper à altura...

E perguntam os queridos amigos: Mas oooohhhh Mor a menina não precisa de um PS para nada, então as bolhas não amam tudo o que é compra?
Erradíssimoooo, bolha que é bolha só faz compras praticamente fora de Macau... Já viu o que ir ao Venetian (por exemplo) nesta altura? Ensadeceu?!A quantidade de people que lá está, as filas de espera, os encontrões, a loucura consumista e a procura eterna de pechinchas... Nem pensar, asseguro-vos que nenhuma de nós lá foi (excepto para a inauguração superrrrr VVIP), estamos todas a aguardar a época venda exclusiva por convite, nada de andar a lutar por uma peça em desconto, poupem-me...

Perguntam os patuscos : Mas ooohhh Morzinha, não sente uma curiosidade tremenda?
Não, de todo, bolha que é bolha é superior a essas coisas, não tem a mais pálida ideia do que são essas emoções curiosas e desgastantes... Claro que se está com uma curiosidade medonha não tem outro remédio e desloca-se no seu JP ao Venetian de Las Vegas pois esse já passou totalmente de moda e está às moscas...

Uuuuuiiiii credo, que já ando por aí a deambular... Concentre-se queridinha!!! Dizia eu que, como não fazemos praticamente compras em Macau um PS é FUNDAMENTAL pois para além de comprarem de tudo um pouco com gosto são os nossos ouvidos e os nossos olhos! Afinal alguém nos tem que transmitir o que se passa por Macau e arredores, o que está na moda, como são os sítios popularuchos, etc, etc...

Por isso queridas amigas, se alguém conhecer um personal shopper com o CV exemplar, um Q.I. acima da média, óptima apresentação e uma vocação natural para as compras, façam o favor de me dizerem qualquer coisa. Afinal todas a estrelas merecem um personal qualquer coisa...

Até logo!

sábado, 1 de setembro de 2007

Sai lou


生日快樂!!!
(sàang yat fai lohk)
Tenho pena de não estar contigo para te dar pessoalmente os parabéns... Um dia muito especial e sorridente! Até breve...