terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Bonjour Vietnam

Hoje recebi um e-mails com fotografias de um dos meus países preferidos, o Vietname (cliquem aqui) . Gostei tanto da viagem de sonho que fiz em 2003 que em 2004 já lá estava outra vez.


De norte a sul as pessoas, as paisagens, a culinária, o clima, as compras, a simpatia e a atmosfera enchem as medidas ao mais comum dos mortais. Há beleza em todo o lado!

Se for ao Vietname não deve mesmo perder Sapa, no norte, com os terraços de arroz, os mercados e aldeias hmong de cortar a respiração. Se não tem espírito "backpacker" aproveite e vá de Hanoi a Lao Cai no comboio do hotel vitoria pois os outros são mauzotes...

Vá a Hanoi e aproveite o que a cidade tem para lhe dar, os restaurantes e cafés de influência francesa, parques, pagodes, o lago e compras muitas compras (a minha zona preferida de compras é ao lado da St. Joseph Cathedral. Hanoi tem de tudo: lacas, móveis, pintura, porcelanas e roupa. O tempo da literatura e o “one pillar pagoda” cortaram-me a respiração.

De Hanoi a Halong Bay é um salto… Porque não dar uma volta de barco e espreitar a baía do dragão? A cidade é tenebrosa mas a volta de barco compensa. O nosso guia de Hanoi, Halong Bay e Sapa foi o simpático e eficiente
Thang da dragon travel. Costumamos recomenda-lo a toda a gente pois é mesmo 5 estrelas.

No centro do Vietname ficamos em Hoi An, que adorei... A cidade está espectacularmente recuperada, é património da Unesco e a praia conhecida por China Beach é um enorme areal branco com ondas. Pode conjugar perfeitamente cultura com praia! Aproveite o pôr do sol e jante no Brother café... Leve repelente!
Como estávamos perto aproveitamos para ir a Hué ver o palácio Imperial e os túmulos imperiais. Apesar do calor não nos arrependemos... Os crepes de Hué são de chorar por mais!

Também estivemos em Nha Trang e Dalat (não fiquei fã) e passamos pelas praias em
Phan Thiet que me pareceram muito agradáveis e pouco turísticas. Tive pena de não ter lá ficado mas guardo para uma próxima oportunidade!

Para terminar recomendo vivamente uma estadia em Ho Chi Minh ou Saigão. Há imensos recantos que merecem ser explorados e é talvez a cidade mais viva e barulhenta onde tive o prazer de ter estado. A arquitectura tem muita influência colonial francesa.


Até qualquer dia Vietname!

2 comentários:

Xaxão disse...

Adorei!!! Não tarda estou no vietname...

sunsun disse...

e que tal converter esta xafarica num blog de viagens? Adorei o artigo e estou deserta de conhecer o viet.